Experiências em Eventos, um case

Com a crescente tendência em eventos, é natural que esse mercado se torne mais exigente. O público tem cada vez mais conhecimento e capacidade de comparar entre diferentes eventos. O foco em Experiência de Usuário que tem orientado as estratégias de inúmeras empresas também se aplica a eventos. Assim, é apenas natural que Experiências em Eventos seja uma área que nos interessa bastante.

fotografia close up de várias ilustrações feitas em uma vizwall como exemplo de algo diferente para se fazer em Experiências em Eventos

Esta maior competitividade da indústria é um desafio, claro. Mas também é uma excelente desculpa para inovar e pensar constantemente em novas formas de fazermos as coisas. E hoje falaremos de um exemplo específico, a VizWall.

No mundo da visualização de dados, que tem muito em comum com a Facilitação Visual, a abreviação “Viz” é frequente. Como adoramos trocadilhos, o nome não poderia ser outro: VizWall.

Experiências em Eventos vão além do olhar

Eventos acontecem a 4 dimensões. Para além das 3 dimensões que definem o espaço físico, há o tempo. O tempo que um evento dura e ao longo do qual a programação se desenrola. E na verdade, essa é a dimensão mais relevante para um evento. Até existem congressos online que se libertam das 3 dimensões do espaço, mas não existem eventos que não ocupam tempo. Enfim, este papo cósmico talvez esteja saindo dos trilhos, mas você entendeu o que eu quis dizer.

Fotografia de várias caixas em branco, sem nenhuma ilustração. Mais tarde, estas caixas receberão ilustrações e irão virar uma VizWall

Não faz sentido a cenografia de um evento não mudar ao longo do mesmo

Se uma conferência é momento de transformação, onde o público sai mudado, é natural que o espaço onde esse momento tem lugar também mude ao longo da programação.

Após receber as ilustrações, as caixas formam a VizWall completa

A VizWall é um formato novo da Imagem Mental, focado em colaborar com a cenografia da sua palestra, conferência ou reunião estratégica. Trata-se de ilustrar as palestras e apresentações não em painéis ou tablet, mas sim em caixas e formas tridimensionais. Estas peças podem montar uma escultura ao longo do evento.

No início, quando ainda não ocorreu nenhuma apresentação, os módulos estão vazios, sendo apenas um sinal de que algo está por vir. Mas de cada vez que uma apresentação acontece e vamos registrando as ideias nas peças da VizWall, ela vai ganhando vida. O espaço do evento passa a ser um registro quase em tempo real de tudo o que aconteceu. E claro, é um local destacado para as #selfies #lives e #stories do seu público. São 2 coelhos de uma vez!

Para montar uma VizWall ou outras Experiências em Eventos, é uma boa ideia conversamos para entendermos como é o espaço onde o evento terá lugar e que possibilidades temos para ser criativos e estimular a troca de ideias e conhecimento. Podemos pensar juntos em outras formas de trazer para o mundo físico, as ideias de todos




Compartilhar: